Schedules and Box Office
  •  
     
    REI ÉDIPO
    March 30 e 31, 2023
  • Programa
  • Thursday - 21:30
    Friday - 21:30
    Main Room
    M16
    12 €
    Cartão Quadrilátero
    6 €
    Tatiana RamosRei Édipo, dos SillySeason, parte do “cânone ocidental” do mito edipiano de Sófocles para a contemporaneidade, permitindo uma reinterpretação e reescrita do tempo presente, através da exploração de vários estágios de reconhecimento e do pathos ético que o acompanha. Segundo Harold Bloom, Édipo poderá ter um complexo de Hamlet, patologia que o leva a “pensar não demasiado, mas demasiado bem”. Esta característica tenderá a extinguir-se ao longo da criação proposta pelo coletivo SillySeason, enquanto símbolo da distorção do real em que vivemos. Hoje, pensar demasiado bem ou pensar racionalmente, constitui-se enquanto tarefa impossível, quer face à era distópica em que se vive, quer face à falta de ferramentas que possibilitem uma filtragem da informação recebida. Em Rei Édipo, dos SillySeason, o mito surge, enquanto símbolo do julgamento impossível, imerso em retóricas distorcidas, futurologia, demagogia e misticismo, sem capacidade para reconhecer a verdade dos fatos. Esta será a nossa tragédia.



    Criação e direção: SillySeason (Cátia Tomé, Ivo Saraiva e Silva, Ricardo Teixeira)
    Interpretação: Cátia Tomé, Ivo Saraiva e Silva, Mónica Calle, Rafael Carvalho,
    Ricardo Teixeira, Vítor Silva Costa
    Cenografia: SillySeason
    Figurinos e adereços: SillySeason, Inês Ariana
    Apoio ao espaço sonoro: Ricardo Remédio
    Apoio ao movimento: Rodrigo Teixeira
    Desenho de luz: Manuel Abrantes
    Operação de luz: Ana Carocinho
    Operação de vídeo: Inês Paour 
    Operadores de Câmara: Mariana Guarda, Ricardo Machado 
    Fotografia: Alípio Padilha
    Produção: Inês Pinto 
    Assessoria de imprensa: ShowBuzz
    Vídeo promocional: Eduardo Breda
    Design gráfico: Rui Miguel Rodrigues

    Coprodução: Centro Cultural de Belém, Teatro Nacional São João, Theatro
    Circo, Teatro Municipal da Guarda, Teatro Diogo Bernardes
    Apoios Companhia Olga Roriz, Cão Solteiro.Residências 120, Teatro do
    Eléctrico, Rua das Gaivotas 6


    O Coletivo SillySeason é uma estrutura financiada pela Direção-Geral das Artes
Thursday - 21:30
Friday - 21:30
Main Room
M16
12 €
Cartão Quadrilátero
6 €
Tatiana RamosRei Édipo, dos SillySeason, parte do “cânone ocidental” do mito edipiano de Sófocles para a contemporaneidade, permitindo uma reinterpretação e reescrita do tempo presente, através da exploração de vários estágios de reconhecimento e do pathos ético que o acompanha. Segundo Harold Bloom, Édipo poderá ter um complexo de Hamlet, patologia que o leva a “pensar não demasiado, mas demasiado bem”. Esta característica tenderá a extinguir-se ao longo da criação proposta pelo coletivo SillySeason, enquanto símbolo da distorção do real em que vivemos. Hoje, pensar demasiado bem ou pensar racionalmente, constitui-se enquanto tarefa impossível, quer face à era distópica em que se vive, quer face à falta de ferramentas que possibilitem uma filtragem da informação recebida. Em Rei Édipo, dos SillySeason, o mito surge, enquanto símbolo do julgamento impossível, imerso em retóricas distorcidas, futurologia, demagogia e misticismo, sem capacidade para reconhecer a verdade dos fatos. Esta será a nossa tragédia.



Criação e direção: SillySeason (Cátia Tomé, Ivo Saraiva e Silva, Ricardo Teixeira)
Interpretação: Cátia Tomé, Ivo Saraiva e Silva, Mónica Calle, Rafael Carvalho,
Ricardo Teixeira, Vítor Silva Costa
Cenografia: SillySeason
Figurinos e adereços: SillySeason, Inês Ariana
Apoio ao espaço sonoro: Ricardo Remédio
Apoio ao movimento: Rodrigo Teixeira
Desenho de luz: Manuel Abrantes
Operação de luz: Ana Carocinho
Operação de vídeo: Inês Paour 
Operadores de Câmara: Mariana Guarda, Ricardo Machado 
Fotografia: Alípio Padilha
Produção: Inês Pinto 
Assessoria de imprensa: ShowBuzz
Vídeo promocional: Eduardo Breda
Design gráfico: Rui Miguel Rodrigues

Coprodução: Centro Cultural de Belém, Teatro Nacional São João, Theatro
Circo, Teatro Municipal da Guarda, Teatro Diogo Bernardes
Apoios Companhia Olga Roriz, Cão Solteiro.Residências 120, Teatro do
Eléctrico, Rua das Gaivotas 6


O Coletivo SillySeason é uma estrutura financiada pela Direção-Geral das Artes
Other shows
May 5, 2024 / Theater
Braga En'Cena: O Aniversário do Casamento III - Nova Comédia Bracarense
MoreMore
May 18, 2024 / Theater
CTB: A sorte que tivemos! – Um espectáculo sobre Abril - Companhia de Teatro de Almada
MoreMore
May 24 e 25, 2024 / Theater
Fado Alexandrino
MoreMore
All shows
Seta Submit Seta Email Facebook Facebook Twitter Instagram Pintrest Vimeo Yootube Soundcloud Soundcloud Soundcloud
The use of cookies at Teatro Circo de Braga’s website serves only to register the language chosen by the user and to verify if the user accepted the cookie. If you continue to use this website, it is assumed that you accept these cookies.