Redes e Parcerias
 
Companhia de teatro de Braga
A Companhia de Teatro de Braga é desde 1986 companhia residente do Theatro Circo, ao abrigo de um protocolo com a Autarquia. Estrutura, com autonomia jurídica, administrativa e financeira do Theatro Circo. 

Fundada no Porto em 1980 e desde 1984 radicada em Braga, no âmbito de um protocolo com o Município, a Companhia de Teatro de Braga (CTB) é um dos mais sólidos projectos da descentralização teatral saídos do processo democrático. O Projecto Artístico da CTB cruza o sempre renovado interesse pelas novas dramaturgias com a experimentação - através da nossa prática teatral – sobre o grande legado dramatúrgico da humanidade: os clássicos. Desenvolve e aprofunda o seu Projecto nas áreas da Criação Teatral, Media Arts e Formação de Públicos. O projecto assume, desde a sua origem, Braga e o Theatro Circo como um Lugar de Encontro e Confronto Artístico entre criadores da Europa e da Lusofonia, englobando neste campo a vizinha Galiza. Manifestamos, neste quadriénio, a vontade de passar a fronteira para o lado ibero-americano, abrindo-nos a relações de criação e permuta com o México e Cuba, dinamizando o histórico com o Brasil e com estruturas de outras regiões de Espanha. Como na Europa temos feito e continuamos, durante este ano, com Espanha, Ucrânia, Alemanha, Roménia e Itália.A CTB conta nos seus quadros artísticos técnicos e de gestão com cerca de 20 pessoas, das quais 15 em exclusividade. Realiza uma média de 3 novas criações/ano e mantem em repertório, 10 criações diferentes, para uma média de cerca 110 representações /ano. 

A CTB é a companhia residente do Theatro Circo de Braga. É financiada quadrienalmente pelo Ministério da Cultura/ DGArtes, (ao abrigo dos apoios sustentados) e pela Câmara Municipal de Braga e tem como Mecenas Exclusivo, há longos anos, a DST Group. 

A CTB comemora este ano 40 anos de atividade regular. 



2018 | 2019 | 2020 | 2021 

A CTB vai trabalhar, neste período, sobre o signo de FRONTEIRAS, depois de no quadriénio anterior, termos estado sob o signo de Liberdade e Solidão. A CTB organizou o seu Programa em cinco domínios específicos de Actividade, articulados entre si, numa coerência estratégica que se prolongará neste espaço temporal:  

1. A Criação Artística teatral, domínio de actividade nuclear, manterá um ritmo médio superior a quatro criações/ano e a manutenção de 10 reposições/ano em repertório, garantindo um equilíbrio e diversidade assinalável de dramaturgias, autores, encenadores e artistas nacionais e estrangeiros convidados. 

2. A Formação de Públicos, continuará estruturada no âmbito do BragaCult.3- dar a volta à cabeça! Projecto em parceria, com várias instituições da Cidade e que nas suas múltiplas Oficinas aproveitará muito das relações internacionais da CTB. É relevante neste domínio, o projecto de Residências, para jovens artistas, nacionais e estrangeiros, e outras acções no âmbito dos Media Arts, desenvolvidas por Maria Augusta Produções (departamento específico da CTB). 

3. e 4. A Viagem, refere-se à Circulação nacional e internacional da CTB e ao Acolhimento, que integra na programação da CTB no Theatro Circo, e nos teatros das cidades de Barcelos, Ponte de Lima e Felgueiras, todas as estruturas nacionais e internacionais. Domínios de enorme importância na articulação dialogante com a Cidade e a Região. É relevante o número de representações que a CTB realiza por ano, na Cidade, na Região, no País e noutros países, como o não é menos, quanto ao número de espectáculos nacionais e internacionais que acolhe. 

5. A Edição, domínio abrangente das actividades de Criação, Formação e Viagem que, sendo complementar, é relevante no contexto e para o acervo histórico e documental da CTB.  

Em todas estas áreas a escolha da temática, autores, textos, dramaturgias em que assenta, procurarão reflectir sobre a temática Fronteiras e Lugar da Cidade e do Cidadão no actual contexto. Com a Palavra e o Corpo dos Actores. A criação artística da CTB pretende dar testemunho dos tempos que vivemos, quer abordemos os clássicos ou os contemporâneos. E, nestes tempos de guerra declarada, dos governos contra os povos, mais responsabilizam os criadores. Há hoje, neste tempo da pós-verdade, uma preocupante e trágica desvalorização da Palavra, seja no plano político, seja no plano ético. Coisifica-se e relativiza-se tudo e tornamo-nos irresponsáveis por isso. Como a Palavra, também os conceitos de trágico e do drama, atingem neste ínterim uma outra compreensão, perdendo a dimensão ontológica do Humano para se estatelarem na dimensão de reality show. Depois da Segunda Guerra, talvez a Europa e os Cidadãos europeus nunca se tivessem imaginado tão perto de uma nova ideia de tragédia. Agora já não entre deuses e homens, mas mais profunda e dolorosa, que interroga cada um e a que, talvez, pela surpresa já não saibamos responder nem a quê, nem a quem.  

Rui Madeira
Ficha Técnica


Diretor Artístico

Rui Madeira


Conselho Artístico

Alexej Schipenko, Ana Bustorff, Anna Langhoff, Manuel Guede Oliva, Rui Madeira


Direção da Cooperativa

Rui Madeira, Manuela Ferreira, Carlos Feio


Secretariado e Produção

Paula Fonseca


Gestão Financeira

Vilma Magalhães


Formação de Públicos

Sílvia Brito


Marketing

André Laires


Centro de Criação de Vídeo e de Som 
Maria Augusta Produções  [ Frederico Bustorff, Pedro Pinto ]


Gráfico
Carlos Sampaio


Fotografia

Paulo Nogueira


Cenógrafos

Alberto Péssimo, Jorge Gonçalves, Acácio Carvalho


Figurinista

Manuela Bronze


Elenco

André Laires, António Jorge, Carlos Feio, Eduarda Filipa, Rogério Boane,

Rui Madeira, Sílvia Brito, Solange Sá

Artistas Convidados

Actrizes  - Ana Bustorff, Yeliz Balım [Turquia], Rita Machado, Grasiela Müller  [Brasil]

Actores  - Jaime Monsanto, Jaime Soares

Encenadores - Ignácio Garcia [Espanha], Manuel Guede Oliva [Galiza].



Seta Submit Seta Email Facebook Facebook Twitter Instagram Pintrest Vimeo Yootube Soundcloud Soundcloud Soundcloud
O Theatro Circo de Braga, S.A., usa cookies no seu site apenas para registo do idioma selecionado pelo utilizador e para verificar se o utilizador aceitou a cookie. Se continuares a usar este site, assumimos que aceitas de bom grado estas cookies.