Agenda e Bilheteira
  •  
     
    Salvador Sobral
    2 de Julho 2021
  • Programa
  • Sexta
    19h00
    Sala Principal
    M6
    18 €
    Cartão Quadrilátero
    9 €
    Salvador Sobral apresenta o seu mais recente álbum de estúdio. Com lançamento mundial a 28 de maio, “bpm” assinala a primeira vez que Salvador Sobral se aventura na edição de um disco composto inteiramente por originais de sua autoria, em parceria com Leo Aldrey, que assina também a produção do disco. “sangue do meu sangue”, o primeiro single extraído de um conjunto de 14 canções inéditas, já roda nas rádios e nas plataformas digitais.

    «Tomo várias decisões nas diferentes áreas da vida durante as minhas insónias. Chamo-lhes IPs (insónias produtivas). O nome do álbum é fruto de uma IP. Numa reflexão sobre a música e a vida, chego à conclusão de que o elemento mais forte que as une são os bpm (batimentos por minuto). É o que nos dá vida, os batimentos do coração, e é o que dá pulso à música, o que a faz viver. Lembro-me sempre de quando estava no hospital: fazia vários eletrocardiogramas e, numa fase mais delicada, também havia um monitor que mostrava sempre os meus bpms. E isso, curiosamente, transmitia-me uma sensação de familiaridade. Os bpms eram algo que eu conhecia bem da música.
    Assim foi, ficou ali decidido que o disco chamar-se-ia bpm. Já pude dormir em paz. Pelo menos nessa noite.»

    Voz: Salvador Sobral | Contrabaixo: André Rosinha | Guitarra: André Santos | Bateria: Bruno Pedroso | Piano: Max Agnas

Sexta
19h00
Sala Principal
M6
18 €
Cartão Quadrilátero
9 €
Salvador Sobral apresenta o seu mais recente álbum de estúdio. Com lançamento mundial a 28 de maio, “bpm” assinala a primeira vez que Salvador Sobral se aventura na edição de um disco composto inteiramente por originais de sua autoria, em parceria com Leo Aldrey, que assina também a produção do disco. “sangue do meu sangue”, o primeiro single extraído de um conjunto de 14 canções inéditas, já roda nas rádios e nas plataformas digitais.

«Tomo várias decisões nas diferentes áreas da vida durante as minhas insónias. Chamo-lhes IPs (insónias produtivas). O nome do álbum é fruto de uma IP. Numa reflexão sobre a música e a vida, chego à conclusão de que o elemento mais forte que as une são os bpm (batimentos por minuto). É o que nos dá vida, os batimentos do coração, e é o que dá pulso à música, o que a faz viver. Lembro-me sempre de quando estava no hospital: fazia vários eletrocardiogramas e, numa fase mais delicada, também havia um monitor que mostrava sempre os meus bpms. E isso, curiosamente, transmitia-me uma sensação de familiaridade. Os bpms eram algo que eu conhecia bem da música.
Assim foi, ficou ali decidido que o disco chamar-se-ia bpm. Já pude dormir em paz. Pelo menos nessa noite.»

Voz: Salvador Sobral | Contrabaixo: André Rosinha | Guitarra: André Santos | Bateria: Bruno Pedroso | Piano: Max Agnas

Outros espetáculos
17 de Setembro a 23 de Outubro 2021 / Outros
ENCONTROS DA IMAGEM 2021- SYRACUSE, DE BRUCE GILDEN
Ver maisVer mais
20 de Setembro 2021 / Cinema
O JOELHO DE CLAIRE (LE GENOU DE CLAIRE)
Ver maisVer mais
21 a 23 de Setembro 2021 / Teatro
Gostava de estar viva para vê-los sofrer
Ver maisVer mais
Ver todos os espetáculos
Seta Submit Seta Email Facebook Facebook Twitter Instagram Pintrest Vimeo Yootube Soundcloud Soundcloud Soundcloud
O Theatro Circo de Braga, S.A., usa cookies no seu site apenas para registo do idioma selecionado pelo utilizador e para verificar se o utilizador aceitou a cookie. Se continuares a usar este site, assumimos que aceitas de bom grado estas cookies.