Agenda e Bilheteira
  •  
     
    DOS SUICIDADOS - O VÍCIO DE HUMILHAR A IMORTALIDADE
    27 de Junho 2019
  • Programa
  • Quinta
    21:30
    Sala Principal
    M16
    10 €
    Cartão Quadrilátero
    5 €
    Prosseguindo uma pesquisa coreográfica intimamente ligada à filosofia e à literatura,Joana von Mayer Trindade e Hugo Calhim Cristóvão partem, desta vez, de Raul Leal.Em 'Sodoma Divinizada' e 'Liberdade Transcendente' o autor contrapõe à metafísica da Saudade a 'Vertigem', o 'manifestar-se puro, berrante, evidente, bestial', enquanto força motriz de uma Apolytrosis, estética e vital. Apolytrosis, do grego, significa redenção ou resgate, enquanto Redimer, o termo latino, significa, literalmente,comprar de volta, e dá origem a Redemptio: o efeito de redimir ou, ainda, o ato de libertação, de reparo, salvação. 

    Direcção, Coreografia, Dramaturgia e Formação: Hugo Calhim Cristovão & Joanavon Mayer Trindade | Interpretação: Francisco Pinho e André Araújo | Teoria e Filosofia: Ana Mira, Celeste Natário, Cláudia Galhós, Cláudia Marisa, CristinaAguiar, Ezequiel Santos, Mariana Pinto dos Santos, Mário Correia, Sofia Vilare Rui Lopo | Co-produções: Centro Cultural Vila Flor – Festival GUIdance Guimarães, Teatro Municipal do Porto – Festival DDD Dias da Dança, Theatro Circo, Câmara Municipal de Viana do Castelo e Asta- Festival ContraDança – Covilhã 

    Duração prevista: 1h15
Quinta
21:30
Sala Principal
M16
10 €
Cartão Quadrilátero
5 €
Prosseguindo uma pesquisa coreográfica intimamente ligada à filosofia e à literatura,Joana von Mayer Trindade e Hugo Calhim Cristóvão partem, desta vez, de Raul Leal.Em 'Sodoma Divinizada' e 'Liberdade Transcendente' o autor contrapõe à metafísica da Saudade a 'Vertigem', o 'manifestar-se puro, berrante, evidente, bestial', enquanto força motriz de uma Apolytrosis, estética e vital. Apolytrosis, do grego, significa redenção ou resgate, enquanto Redimer, o termo latino, significa, literalmente,comprar de volta, e dá origem a Redemptio: o efeito de redimir ou, ainda, o ato de libertação, de reparo, salvação. 

Direcção, Coreografia, Dramaturgia e Formação: Hugo Calhim Cristovão & Joanavon Mayer Trindade | Interpretação: Francisco Pinho e André Araújo | Teoria e Filosofia: Ana Mira, Celeste Natário, Cláudia Galhós, Cláudia Marisa, CristinaAguiar, Ezequiel Santos, Mariana Pinto dos Santos, Mário Correia, Sofia Vilare Rui Lopo | Co-produções: Centro Cultural Vila Flor – Festival GUIdance Guimarães, Teatro Municipal do Porto – Festival DDD Dias da Dança, Theatro Circo, Câmara Municipal de Viana do Castelo e Asta- Festival ContraDança – Covilhã 

Duração prevista: 1h15
Outros espetáculos
18 de Julho a 19 de Setembro 2019 / Teatro
A Criatura
Ver maisVer mais
22 de Julho 2019 / Cinema
O RIO (Ozen)
Ver maisVer mais
26 de Julho 2019 / Música
FADO BICHA
Ver maisVer mais
Ver todos os espetáculos
Seta Submit Seta Email Facebook Facebook Twitter Instagram Pintrest Vimeo Yootube Soundcloud Soundcloud Soundcloud
O Theatro Circo de Braga, S.A., usa cookies no seu site apenas para registo do idioma selecionado pelo utilizador e para verificar se o utilizador aceitou a cookie. Se continuares a usar este site, assumimos que aceitas de bom grado estas cookies.