Agenda e Bilheteira
  •  
     
    Retrospetiva Margarida Cordeiro & António Reis - Jaime - Painéis do Porto - Do Céu ao Rio
    5 de Agosto 2024
  • Programa
  • Segunda
    21:30
    Pequeno Auditório
    4€
    Cartão Quadrilátero
    2€
    Comprar Bilhete
     
    Reservar Bilhete
    Retrospetiva Margarida Cordeiro & António Reis

    Jaime de António Reis 
    Painéis do Porto de António Reis 
    Do Céu ao Rio de António Reis e César Guerra Leal 


    Jaime
    de António Reis 
    1974 | Portugal | M12 | 35’ 

    Jaime Fernandes nasceu em 1900 na freguesia do Barco, na Beira Baixa, trabalhando como camponês e casando com Evangelina Gil Delgado, de quem teve um filho aos 24 anos. Aos 38 foi diagnosticado com esquizofrenia e internado no Hospital Miguel Bombarda, em Lisboa. Começou a pintar aos 65 anos, ainda internado, e faleceu quatro anos depois. Por essa altura, Margarida Cordeiro trabalhava lá como psiquiatra e reparou nos desenhos enigmáticos e penetrantes de Jaime, propondo a António Reis que se fizesse um filme sobre eles.

    Painéis do Porto 
    de António Reis 
    1963 | Portugal | M6 | 16’ 

    Apoiada pela Câmara Municipal do Porto, nos anos sessenta, esta curta-metragem de António Reis e César Guerra Leal é um ensaio visual sobre a cidade, com sequências filmadas entre a Ribeira e a Baixa e leituras de poemas de Vasco de Lima Couto, Egito Gonçalves, Rosália de Castro, Pedro Homem de Mello, Fernando Pessoa, e do próprio António Reis. A música é assinada por Francisco Rebelo.


    Do Céu ao Rio
    de António Reis e César Guerra Leal 
    1964 | Portugal | M6 | 17’ 

    A segunda curta-metragem realizada por António Reis em parceria com o produtor César Guerra Leal estreou-se no cinema Ódeon, em Lisboa, a 29 de Janeiro de 1964, e presume-se que seja uma encomenda da Hidro-Eléctrica do Cávado, pois revela vários aspectos da construção da rede de barragens dessa bacia hidrográfica. É narrada por Fernando Pessoa.


    Para o mês de agosto, o Lucky Star – Cineclube de Braga programou sessões semanais de uma retrospetiva dedicada a Margarida Cordeiro e António Reis. Com a exibição de seis filmes, esta é uma oportunidade rara de conhecer as três longas-metragens e a média-metragem que compõem a obra e a parte mais importante do legado dos autores de Trás-os-Montes. A influência da dupla de realizadores é imensurável no cinema em Portugal e no resto do mundo, partindo da repercussão advinda da visualização dos seus filmes, e passando pelo trabalho como professores de vários realizadores do nosso país. Cordeiro e Reis deram referências e um passado a quem não o tinha, resgatando a cultura popular e dando-lhe voz e plataforma. 

    Apoio República Portuguesa – Cultura / Direção-Geral das Artes. RTCP – Rede de Teatros e Cineteatros Portugueses

Segunda
21:30
Pequeno Auditório
4€
Cartão Quadrilátero
2€
Comprar Bilhete
 
Reservar Bilhete
Retrospetiva Margarida Cordeiro & António Reis

Jaime de António Reis 
Painéis do Porto de António Reis 
Do Céu ao Rio de António Reis e César Guerra Leal 


Jaime
de António Reis 
1974 | Portugal | M12 | 35’ 

Jaime Fernandes nasceu em 1900 na freguesia do Barco, na Beira Baixa, trabalhando como camponês e casando com Evangelina Gil Delgado, de quem teve um filho aos 24 anos. Aos 38 foi diagnosticado com esquizofrenia e internado no Hospital Miguel Bombarda, em Lisboa. Começou a pintar aos 65 anos, ainda internado, e faleceu quatro anos depois. Por essa altura, Margarida Cordeiro trabalhava lá como psiquiatra e reparou nos desenhos enigmáticos e penetrantes de Jaime, propondo a António Reis que se fizesse um filme sobre eles.

Painéis do Porto 
de António Reis 
1963 | Portugal | M6 | 16’ 

Apoiada pela Câmara Municipal do Porto, nos anos sessenta, esta curta-metragem de António Reis e César Guerra Leal é um ensaio visual sobre a cidade, com sequências filmadas entre a Ribeira e a Baixa e leituras de poemas de Vasco de Lima Couto, Egito Gonçalves, Rosália de Castro, Pedro Homem de Mello, Fernando Pessoa, e do próprio António Reis. A música é assinada por Francisco Rebelo.


Do Céu ao Rio
de António Reis e César Guerra Leal 
1964 | Portugal | M6 | 17’ 

A segunda curta-metragem realizada por António Reis em parceria com o produtor César Guerra Leal estreou-se no cinema Ódeon, em Lisboa, a 29 de Janeiro de 1964, e presume-se que seja uma encomenda da Hidro-Eléctrica do Cávado, pois revela vários aspectos da construção da rede de barragens dessa bacia hidrográfica. É narrada por Fernando Pessoa.


Para o mês de agosto, o Lucky Star – Cineclube de Braga programou sessões semanais de uma retrospetiva dedicada a Margarida Cordeiro e António Reis. Com a exibição de seis filmes, esta é uma oportunidade rara de conhecer as três longas-metragens e a média-metragem que compõem a obra e a parte mais importante do legado dos autores de Trás-os-Montes. A influência da dupla de realizadores é imensurável no cinema em Portugal e no resto do mundo, partindo da repercussão advinda da visualização dos seus filmes, e passando pelo trabalho como professores de vários realizadores do nosso país. Cordeiro e Reis deram referências e um passado a quem não o tinha, resgatando a cultura popular e dando-lhe voz e plataforma. 

Apoio República Portuguesa – Cultura / Direção-Geral das Artes. RTCP – Rede de Teatros e Cineteatros Portugueses

Outros espetáculos
29 de Julho 2024 / Cinema
Disponível Para Amar
Ver maisVer mais
12 de Agosto 2024 / Cinema
Retrospetiva Margarida Cordeiro & António Reis - Trás-os-Montes
Ver maisVer mais
19 de Agosto 2024 / Cinema
Retrospetiva Margarida Cordeiro & António Reis - Ana
Ver maisVer mais
Ver todos os espetáculos
Seta Submit Seta Email Facebook Facebook Twitter Instagram Pintrest Vimeo Yootube Soundcloud Soundcloud Soundcloud
O Teatro Circo de Braga, EM, S.A. usa cookies no seu site apenas para registo do idioma selecionado pelo utilizador e para verificar se o utilizador aceitou a cookie. Se continuares a usar este site, assumimos que aceitas de bom grado estas cookies.