Agenda e Bilheteira
  •  
     
    Fado Alexandrino
    24 e 25 de Maio 2024
  • Programa
  • Sexta - 21:30
    Sábado - 15:00
    Sala Principal
    M16
    15€
    Cartão Quadrilátero
    7.5€
    Fado Alexandrino de António Lobo Antunes 
    Encenação e dramaturgia Nuno Cardoso (TNSJ)

    Sessão de 24 de maio com Língua Gestual Portuguesa 

    O Teatro Nacional São João regressa ao grande palco do Theatro Circo com a peça Fado Alexandrino, do escritor António Lobo Antunes. “Estou em Lisboa e em Moçambique, vejo ao mesmo tempo os jardinzitos gostosos e as palhotas devastadas pelas metralhadoras.” Em Fado Alexandrino, António Lobo Antunes mergulha-nos num tempo compósito, acionado pelo movimento da rememoração. Cinco personagens, militares que regressaram da guerra em África dez anos antes, juntam-se num jantar, um encontro de reflexões sobre um fim e o seu luto, uma espécie de Última Ceia. Nuno Cardoso leva à cena aquele que é considerado o grande romance sobre o 25 de Abril, na celebração do seu cinquentenário. O palco devém um imenso mural, que confere matéria, pela presença e contracena dos atores, pelo trabalho dos criativos, pelas vivências das personagens em quatro tempos que se interpenetram: o Estado Novo, a memória da guerra colonial em Moçambique, a Revolução dos Cravos, o pós-Revolução. Mise en abyme da História do Portugal recente, Fado Alexandrino é uma alegoria sobre o fado de ser português. 

    Encenação, adaptação cénica e dramaturgia Nuno Cardoso  
    Apoio à adaptação cénica e dramaturgia Fernando Villas-Boas e Florian Hirsch  
    Cenografia F. Ribeiro  
    Desenho de luz Nuno Meira 
    Desenho de som e sonoplastia Joel Azevedo  
    Música Pedro “Peixe” Cardoso  
    Figurinos Nelson Vieira  
    Vídeo Luís Porto  
    Movimento Roldy Harrys  
    Assistência de encenação Pedro Nunes  
    Interpretação Ana Brandão, António Afonso Parra, Joana Carvalho, Jorge Mota, Lisa Reis, Patrícia Queirós, Paulo Freixinho, Pedro Almendra, Pedro Frias, Sérgio Sá Cunha e Telma Cardoso
    Produção Teatro Nacional São João  
    Coprodução Centro Cultural de Belém, Theatro Circo, Teatro Aveirense, Théâtre National du Luxembourg e Teatro das Figuras 

    Duração 240 minutos com intervalo
    Acessibilidade CTILG Serviços de Tradução e Interpretação de Língua Gestual Ldª

    Apoio à divulgação Antena 1
    Apoio República Portuguesa – Cultura / Direção-Geral das Artes. RTCP – Rede de Teatros e Cineteatros Portugueses

Sexta - 21:30
Sábado - 15:00
Sala Principal
M16
15€
Cartão Quadrilátero
7.5€
Fado Alexandrino de António Lobo Antunes 
Encenação e dramaturgia Nuno Cardoso (TNSJ)

Sessão de 24 de maio com Língua Gestual Portuguesa 

O Teatro Nacional São João regressa ao grande palco do Theatro Circo com a peça Fado Alexandrino, do escritor António Lobo Antunes. “Estou em Lisboa e em Moçambique, vejo ao mesmo tempo os jardinzitos gostosos e as palhotas devastadas pelas metralhadoras.” Em Fado Alexandrino, António Lobo Antunes mergulha-nos num tempo compósito, acionado pelo movimento da rememoração. Cinco personagens, militares que regressaram da guerra em África dez anos antes, juntam-se num jantar, um encontro de reflexões sobre um fim e o seu luto, uma espécie de Última Ceia. Nuno Cardoso leva à cena aquele que é considerado o grande romance sobre o 25 de Abril, na celebração do seu cinquentenário. O palco devém um imenso mural, que confere matéria, pela presença e contracena dos atores, pelo trabalho dos criativos, pelas vivências das personagens em quatro tempos que se interpenetram: o Estado Novo, a memória da guerra colonial em Moçambique, a Revolução dos Cravos, o pós-Revolução. Mise en abyme da História do Portugal recente, Fado Alexandrino é uma alegoria sobre o fado de ser português. 

Encenação, adaptação cénica e dramaturgia Nuno Cardoso  
Apoio à adaptação cénica e dramaturgia Fernando Villas-Boas e Florian Hirsch  
Cenografia F. Ribeiro  
Desenho de luz Nuno Meira 
Desenho de som e sonoplastia Joel Azevedo  
Música Pedro “Peixe” Cardoso  
Figurinos Nelson Vieira  
Vídeo Luís Porto  
Movimento Roldy Harrys  
Assistência de encenação Pedro Nunes  
Interpretação Ana Brandão, António Afonso Parra, Joana Carvalho, Jorge Mota, Lisa Reis, Patrícia Queirós, Paulo Freixinho, Pedro Almendra, Pedro Frias, Sérgio Sá Cunha e Telma Cardoso
Produção Teatro Nacional São João  
Coprodução Centro Cultural de Belém, Theatro Circo, Teatro Aveirense, Théâtre National du Luxembourg e Teatro das Figuras 

Duração 240 minutos com intervalo
Acessibilidade CTILG Serviços de Tradução e Interpretação de Língua Gestual Ldª

Apoio à divulgação Antena 1
Apoio República Portuguesa – Cultura / Direção-Geral das Artes. RTCP – Rede de Teatros e Cineteatros Portugueses

Outros espetáculos
6 e 7 de Junho 2024 / Teatro
CTB: Endgame - Samuel Beckett
Ver maisVer mais
12 de Junho 2024 / Teatro
Braga En’Cena: Asas de Pedra - CEA - Cooperativa de Ensino Artístico
Ver maisVer mais
21 de Junho 2024 / Teatro
CTB: Da Índia?! - A partir da Farsa Chamada Auto da Índia, de Gil Vicente
Ver maisVer mais
Ver todos os espetáculos
Seta Submit Seta Email Facebook Facebook Twitter Instagram Pintrest Vimeo Yootube Soundcloud Soundcloud Soundcloud
O Teatro Circo de Braga, EM, S.A. usa cookies no seu site apenas para registo do idioma selecionado pelo utilizador e para verificar se o utilizador aceitou a cookie. Se continuares a usar este site, assumimos que aceitas de bom grado estas cookies.