Agenda e Bilheteira
  •  
     
    OMNIA
    14 a 16 de Julho 2021
  • Programa
  • Quarta - 19:30
    Quinta - 19:30
    Sexta - 19:30
    Sala Principal
    M3
    7 €
    Cartão Quadrilátero
    3,5 €
    “Há uma história oriental que nos pode ensinar algo nesta situação. É a de um monge que tem por tarefa levar um mocho mágico, dentro de um saco, de um lado ao outro da cidade. O mocho diz-lhe: vou contar-te algumas histórias acerca da minha vida, actos bárbaros que pratiquei e actos generosos. Sempre que julgares os meus actos eu desapareço e tu és obrigado a começar de novo. Assim foi: o animal contou então uma das suas façanhas medonhas e o monge não resistiu a dizer: isso é mau! Resultado: de imediato o mocho desapareceu do saco e o homem viu-se obrigado a voltar ao ponto de partida, onde o animal mágico o esperava para relembrar: Se me queres não me podes julgar. Falhou mais duas vezes o monge, pois a meio do caminho descuidava-se e, por palavras ou pensamentos, aprovava ou desaprovava as histórias contadas. À quarta tentativa conseguiu, finalmente. Ouviu histórias, do princípio ao fim, e não as julgou. Conseguiu, assim, levar o mocho até ao outro lado da cidade. A aprendizagem terminava.“  
    Tavares, G.M. ( 2010 ) Histórias Falsas, pag. 49

    O trabalho desenvolveu-se em torno de um questionamento  sobre o conceito de aprendizagem. Tendo como referência de metodologia de trabalho a ideia de exploração do espaço performativo, foi nosso objetivo tornar este processo criativo numa experiência copresente, em que que o espaço coreográfico se tornasse simultaneamente em experiência dos participantes, dos interpretes e do público.

    Cristina Mendanha: Direção Artística | Gabriela Barros: Coordenação Artística e pedagógica | Carolina Vieira: Produção imagem e Guarda Roupa | Inês Sousa: Produção | Paulo Mesquita: Músico | Catarina Almeida: Vídeo e Registo de imagem | Sérgio Julião: Direção de Som e Luz | Sara Feio: Secretariado | André Ralha: Auxiliar de bastidores | Intérpretes: Gabriela Barros, Carolina Vieira, Inês Sousa, Matilde Barbosa, Maria Inês Faria, Marta Costa, Carolina França e alunos da Arte Total
Quarta - 19:30
Quinta - 19:30
Sexta - 19:30
Sala Principal
M3
7 €
Cartão Quadrilátero
3,5 €
“Há uma história oriental que nos pode ensinar algo nesta situação. É a de um monge que tem por tarefa levar um mocho mágico, dentro de um saco, de um lado ao outro da cidade. O mocho diz-lhe: vou contar-te algumas histórias acerca da minha vida, actos bárbaros que pratiquei e actos generosos. Sempre que julgares os meus actos eu desapareço e tu és obrigado a começar de novo. Assim foi: o animal contou então uma das suas façanhas medonhas e o monge não resistiu a dizer: isso é mau! Resultado: de imediato o mocho desapareceu do saco e o homem viu-se obrigado a voltar ao ponto de partida, onde o animal mágico o esperava para relembrar: Se me queres não me podes julgar. Falhou mais duas vezes o monge, pois a meio do caminho descuidava-se e, por palavras ou pensamentos, aprovava ou desaprovava as histórias contadas. À quarta tentativa conseguiu, finalmente. Ouviu histórias, do princípio ao fim, e não as julgou. Conseguiu, assim, levar o mocho até ao outro lado da cidade. A aprendizagem terminava.“  
Tavares, G.M. ( 2010 ) Histórias Falsas, pag. 49

O trabalho desenvolveu-se em torno de um questionamento  sobre o conceito de aprendizagem. Tendo como referência de metodologia de trabalho a ideia de exploração do espaço performativo, foi nosso objetivo tornar este processo criativo numa experiência copresente, em que que o espaço coreográfico se tornasse simultaneamente em experiência dos participantes, dos interpretes e do público.

Cristina Mendanha: Direção Artística | Gabriela Barros: Coordenação Artística e pedagógica | Carolina Vieira: Produção imagem e Guarda Roupa | Inês Sousa: Produção | Paulo Mesquita: Músico | Catarina Almeida: Vídeo e Registo de imagem | Sérgio Julião: Direção de Som e Luz | Sara Feio: Secretariado | André Ralha: Auxiliar de bastidores | Intérpretes: Gabriela Barros, Carolina Vieira, Inês Sousa, Matilde Barbosa, Maria Inês Faria, Marta Costa, Carolina França e alunos da Arte Total
Outros espetáculos
17 de Setembro a 23 de Outubro 2021 / Outros
ENCONTROS DA IMAGEM 2021- SYRACUSE, DE BRUCE GILDEN
Ver maisVer mais
20 de Setembro 2021 / Cinema
O JOELHO DE CLAIRE (LE GENOU DE CLAIRE)
Ver maisVer mais
21 a 23 de Setembro 2021 / Teatro
Gostava de estar viva para vê-los sofrer
Ver maisVer mais
Ver todos os espetáculos
Seta Submit Seta Email Facebook Facebook Twitter Instagram Pintrest Vimeo Yootube Soundcloud Soundcloud Soundcloud
O Theatro Circo de Braga, S.A., usa cookies no seu site apenas para registo do idioma selecionado pelo utilizador e para verificar se o utilizador aceitou a cookie. Se continuares a usar este site, assumimos que aceitas de bom grado estas cookies.