Agenda e Bilheteira
  •  
     
    UM ENCONTRO COM MIGUEL HERNANDEZ
    15 de Novembro 2017
  • Programa
  • Quarta
    21:30
    Pequeno Auditório
    M12
    10 €
    Cartão Quadrilátero
    5 €
    Teatro Guirigai

    O raio que não pára
    «A poesia de Miguel Hernadez é um cometa fulgurante que nos ilumina no espaço deixando uma recordação permanente. O seu percurso vital através de 40 poemas, desde a sua adolescência em Orihuela até à sua morte na prisão de Alicante. A trajectória poética de um jovem de 31 anos que como um meteoro absorve a tradição poética espanhol e a devolve enriquecida de uma criatividade inesgotável. Fazemos nossas as palavras de Pablo Neruda: “tenemos el deber de recordar a Miguel Hernandez que desapareció en a oscuridad, mostrándolo a plena luz del dia”. Este é um espectáculo sobre a trajectória vital de Miguel Hernandez e da sua geração, a de 27, a da República. Uma actriz e dois actores se desdobram nos múltiplos “eu” do poeta, nutrindo de matéria teatral a imensa carga emocional de uma poesia radical e contemporânea».

    Agustin Iglésias

    Dramaturgia e encenação: Agustín Iglesias | Intérpretes: Magda Gª-Arenal, Raúl Rodriguez e Jesús Peñas |Espaço cénico: Jean Helbing | Espaço plástico: Luís Pablo Gómez Vidales, Maite Álvarez | Iluminação: Jordi Alvarado | Música: Granados, Gershwin, Shostakovich, Nino Rota, John Cage, Penderecki | Criação e Produção: Teatro Guirigai.

    Duração prevista: 1h20
    Promotor: Companhia de Teatro de Braga
Quarta
21:30
Pequeno Auditório
M12
10 €
Cartão Quadrilátero
5 €
Teatro Guirigai

O raio que não pára
«A poesia de Miguel Hernadez é um cometa fulgurante que nos ilumina no espaço deixando uma recordação permanente. O seu percurso vital através de 40 poemas, desde a sua adolescência em Orihuela até à sua morte na prisão de Alicante. A trajectória poética de um jovem de 31 anos que como um meteoro absorve a tradição poética espanhol e a devolve enriquecida de uma criatividade inesgotável. Fazemos nossas as palavras de Pablo Neruda: “tenemos el deber de recordar a Miguel Hernandez que desapareció en a oscuridad, mostrándolo a plena luz del dia”. Este é um espectáculo sobre a trajectória vital de Miguel Hernandez e da sua geração, a de 27, a da República. Uma actriz e dois actores se desdobram nos múltiplos “eu” do poeta, nutrindo de matéria teatral a imensa carga emocional de uma poesia radical e contemporânea».

Agustin Iglésias

Dramaturgia e encenação: Agustín Iglesias | Intérpretes: Magda Gª-Arenal, Raúl Rodriguez e Jesús Peñas |Espaço cénico: Jean Helbing | Espaço plástico: Luís Pablo Gómez Vidales, Maite Álvarez | Iluminação: Jordi Alvarado | Música: Granados, Gershwin, Shostakovich, Nino Rota, John Cage, Penderecki | Criação e Produção: Teatro Guirigai.

Duração prevista: 1h20
Promotor: Companhia de Teatro de Braga
Outros espetáculos
17 e 18 de Novembro 2017 / Música
PERFUME GENIUS - FESTIVAL PARA GENTE SENTADA
Ver maisVer mais
18 de Novembro 2017 / Música
JULIEN BAKER - FESTIVAL PARA GENTE SENTADA
Ver maisVer mais
20 de Novembro 2017 / Cinema
ROSAS DE ERMERA
Ver maisVer mais
Ver todos os espetáculos
Seta Submit Seta Email Facebook Facebook Twitter Instagram Pintrest Vimeo Yootube Soundcloud Soundcloud Soundcloud