Agenda e Bilheteira
  •  
     
    O FASCISMO (AQUI) NUNCA EXISTIU
    13 de Março 2018
  • Programa
  • Terça
    21:30
    Pequeno Auditório
    M12
    10 €
    Cartão Quadrilátero
    5 €
    O primeiro espetáculo de um tríptico teatral denominado “IDENTIFICAÇÃO DE UM (O MEU!) PAÍS” sobre a vida em Portugal nos últimos 70 anos, de 1945 até aos nossos dias. Esta primeira abordagem, a estrear em 2017, abarca o período que vai de 1945, ano em que terminou a Segunda Guerra Mundial e em que nasceu a personagem, um homem que dá testemunho de como foi viver em Portugal nesses tempos, até à manhã do 25 de Abril de 1974. Um olhar muito pessoal, uma revisitação, uma retrospetiva do quotidiano da(s) vida(s) de um português e dos portugueses, através de alguém que, intervindo ativamente na vida política, social e cultural do nosso país, interpreta com os olhos de hoje, as suas vivências pessoais e os acontecimentos nacionais e globais que o marcaram como pessoa e nos marcaram como povo. 
    Texto, dramaturgia, direção e encenação: José Leitão | Assistência de encenação: Daniela Pêgo | Interpretação: Flávio Hamilton, Inês Marques, Luís Duarte Moreira, Patrícia Garcez e Susana Paiva | Direção técnica, desenho de luz e vídeo: André Rabaça | Direção de movimento: Costanza Givone e Daniela Cruz | Figurinos: Luísa Pinto | Espaço cénico: José Leitão e José Lopes | Música: Pedro “Peixe” Cardoso | Fotografia: Paulo Pimenta | Produção: Sofia Leal e Daniela Pêgo 

    Duração: 1h30

    Promotor: Companhia de Teatro de Braga
Terça
21:30
Pequeno Auditório
M12
10 €
Cartão Quadrilátero
5 €
O primeiro espetáculo de um tríptico teatral denominado “IDENTIFICAÇÃO DE UM (O MEU!) PAÍS” sobre a vida em Portugal nos últimos 70 anos, de 1945 até aos nossos dias. Esta primeira abordagem, a estrear em 2017, abarca o período que vai de 1945, ano em que terminou a Segunda Guerra Mundial e em que nasceu a personagem, um homem que dá testemunho de como foi viver em Portugal nesses tempos, até à manhã do 25 de Abril de 1974. Um olhar muito pessoal, uma revisitação, uma retrospetiva do quotidiano da(s) vida(s) de um português e dos portugueses, através de alguém que, intervindo ativamente na vida política, social e cultural do nosso país, interpreta com os olhos de hoje, as suas vivências pessoais e os acontecimentos nacionais e globais que o marcaram como pessoa e nos marcaram como povo. 
Texto, dramaturgia, direção e encenação: José Leitão | Assistência de encenação: Daniela Pêgo | Interpretação: Flávio Hamilton, Inês Marques, Luís Duarte Moreira, Patrícia Garcez e Susana Paiva | Direção técnica, desenho de luz e vídeo: André Rabaça | Direção de movimento: Costanza Givone e Daniela Cruz | Figurinos: Luísa Pinto | Espaço cénico: José Leitão e José Lopes | Música: Pedro “Peixe” Cardoso | Fotografia: Paulo Pimenta | Produção: Sofia Leal e Daniela Pêgo 

Duração: 1h30

Promotor: Companhia de Teatro de Braga
Outros espetáculos
22 de Junho 2018 / Música
ANA BACALHAU - NOME PRÓPRIO
Ver maisVer mais
25 de Junho 2018 / Cinema
WESTERN (Western)
Ver maisVer mais
26 a 28 de Junho 2018 / Teatro
ANTÓNIO E BEATRIX
Ver maisVer mais
Ver todos os espetáculos
Seta Submit Seta Email Facebook Facebook Twitter Instagram Pintrest Vimeo Yootube Soundcloud Soundcloud Soundcloud